Em 2009, o The Guardian listou os pastéis de Belém como uma das 50 melhores coisas para comer do mundo

7 janeiro 2023
Em 2009, o The Guardian listou os pastéis de Belém como uma das 50 melhores coisas para comer do mundo

Pastel de nata é uma massa portuguesa de nata de ovos, opcionalmente polvilhada com canela.


Fora de Portugal, são particularmente populares noutras partes da Europa Ocidental, Ásia e antigas colónias portuguesas, como o Brasil, Moçambique, Macau, Goa e Timor-Leste. O pastel de nata macaense também foi adotado pelo KFC e está disponível em regiões como Hong Kong, Taiwan e China. Na Indonésia, esta pastelaria é especialmente popular em Kampung Tugu, Jacarta, um enclave culturalmente português (Mardijker).

 

Os Pastéis de nata foram criados antes do século 18 por monges católicos no Mosteiro dos Jerónimos, na freguesia de Santa Maria de Belém, em Lisboa. Na época, conventos e mosteiros usavam grandes quantidades de claras de ovos para engomar roupas, como frades e freiras hábitos religiosos. Era bastante comum que mosteiros e conventos utilizassem as sobras de gemas de ovo para fazer bolos e doces, resultando na proliferação de receitas de doces em todo o país.

 

No rescaldo da Revolução Liberal de 1820, após a dissolução das ordens religiosas e em face do iminente fechamento de muitos conventos e mosteiros, os monges começaram a vender pastéis de nata em uma refinaria de açúcar próxima para gerar receita. Em 1834, o mosteiro foi encerrado e a receita vendida à refinaria de açúcar, cujos proprietários em 1837 abriram a Fábrica de Pastéis de Belém. Os descendentes são donos do negócio até hoje.

 

Desde a abertura da Fábrica de Pastéis de Belém, a receita original do pastel de nata é mantida numa sala secreta. A Fábrica de Pastéis de Belém é o local mais popular para comprar pastéis de nata; a loja está localizada a apenas três minutos a pé do Mosteiro dos Jerónimos. A loja oferece serviços de takeout e sit-in e vende mais de 20.000 pastéis de nata por dia. Normalmente, a torta é polvilhada com canela (canela) e muitas vezes acompanhada de uma bica (um café expresso forte).

 

Em 2009, o The Guardian foi listado

pastéis de Belém como uma das 50 melhores coisas para comer do mundo. Em 2011, na sequência do resultado de uma votação pública, a pastelaria foi anunciada como uma das Sete Maravilhas da Gastronomia de Portugal, cimentando-a ainda mais como um dos pratos nacionais mais populares do país.

 

Cozinha japonesa


A culinária do Japão foi fortemente influenciada pelos comerciantes portugueses durante o século 16. Notáveis produtos de panificação japoneses, incluindo panela (do português pão, pão) e castella têm suas origens neste período. O Pastel de nata é um desses.
Além da forma tradicional da massa, algumas variações foram desenvolvidas especialmente para o mercado japonês, adicionando aromatizantes de chá verde.
Este pastel de nata de chá verde acabou por ser exportado para a Coreia do Sul e outros mercados asiáticos.

® OUR HOME PORTUGAL Todos os direitos reservados.
Powered by Casafari CRM
(0) (0)
+351 930 406 103 +351 919 487 105
O nosso website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao utilizar o website, confirma que aceita a utilização de cookies de acordo com a nossa Política de Privacidade.   Saiba mais