Vila de Alcochete

5 março 2023
Vila de Alcochete

Alcochete 

Situado na margem sul do Estuário do Tejo, e porta de entrada para a mais importante zona húmida da Europa, o concelho de Alcochete integra a Área Metropolitana de Lisboa, beneficiando de um acesso privilegiado à capital através da Ponte Vasco da Gama, além dos acessos à auto-estrada do Norte, IC 32, e a ligação à A2 Algarve 

Fundada pelos árabes com o nome de "Alcaxete" que significa fornos e cuja origem se pensa dever-se a grandes fornos para cozer barro que aqui existiram, Alcochete foi conquistada por D. Afonso Henriques, 1º Rei de Portugal, no séc. XII.

No séc. XV, esta região onde abundavam espécies como os veados, os javalis e os lobos, era muito frequentada pela nobreza que aqui organizava grandes caçadas, e permanecia durante longas temporadas nas suas residências de verão.

As salinas são a grande riqueza natural desta zona, tendo Alcochete sido durante muito tempo considerado o mais importante centro de produção de sal do país, actividade que ainda hoje em dia continua a ser fundamental na economia local.

Como em quase todo o Ribatejo, também em Alcochete se criam cavalos e toiros, e a população cultiva o gosto pela "festa brava", que atinge o expoente máximo nas "Festas do Barrete Verde e das Salinas", que têm lugar anualmente na 2ª semana de Agosto, e em que as largadas e corridas de touros são o espectáculo mais característico.

Nas redondezas situa-se a Reserva Natural do Estuário do Tejo, onde se podem observar diversas aves que por aqui passam nas suas migrações, de que se destacam os bandos de Flamingos.

 

Gastronomia

A riqueza da gastronomia local encontra a sua maior inspiração na variedade de peixe fresco que chega aos restaurantes locais e é apresentado ou confecionado de diferentes formas. Destaque para o peixe assado, mas também para o ensopado e a caldeirada.

Atraídos pela frescura dos ingredientes e pela forma tradicional de os confecionar, inspirada nos “segredos” de uma cozinha familiar preservada de geração em geração, os apreciadores destes pratos da Beira-Tejo visitam Alcochete com frequência e por vezes percorrem alguns quilómetros, para usufruírem de momentos de qualidade “à mesa” num Concelho que prima por bem receber.

Bem “fritinhas”, no ensopado ou na caldeirada, as enguias destacam-se nas ementas da restauração local, a par dos mais variados peixes, que a “solo” ou numa rica e bela caldeirada, protagonizam momentos únicos de degustação.

Assado na brasa, numa caldeirada, num arroz que pode ser de polvo, tamboril ou de marisco, ou numa saborosa massada, não há dúvida que o peixe domina os cardápios locais, sem esquecer o tão apreciado bacalhau, mas também é certo que também existem várias especialidades de carne, sendo que o ensopado de borrego é um prato, que pode degustar em vários restaurantes locais.

O património gastronómico local inclui também sopas que foram sendo apuradas ao longo dos tempos, como é o caso da Sopa Alcochetana, da Sopa de Peixe, das Ameijoas Acochetanas ou das tradicionais Batatas Ensalsadas, que noutros tempos foram a base da alimentação de salineiros, mas que atualmente continuam a ser opções da mesa das gentes locais.

Para sobremesa o arroz doce, a sopa do terroal e a famosa fogaça assumem protagonismo mas para saber mais sobre estes doces, bolos e biscoitos sugerimos um clique na Doçaria do Concelho.

 

Saiba onde pode degustar estas e outras iguarias na restauração local e visite um dos muitos restaurantes existentes no concelho de Alcochete

® OUR HOME PORTUGAL Todos os direitos reservados.
Powered by Casafari CRM
(0) (0)
+351 930 406 103 +351 962 417 399
O nosso website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao utilizar o website, confirma que aceita a utilização de cookies de acordo com a nossa Política de Privacidade.   Saiba mais